sexta-feira, julho 12
Shadow

Reajuste zero: Governo frustra servidores e ACS convoca Regionais para deliberações

O Governo do Estado anunciou, durante reuniões na tarde desta segunda-feira (24), a proposta de reajuste zero para todas as categorias do funcionalismo novamente. O presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), cabo Mario Sérgio Couto, que participou de uma das reuniões, irá convocar os diretos Regionais para deliberar novos encaminhamentos ainda esta semana.

“Queremos que nossa base decida isso. Vou convocar todos os diretores regionais para estarem conosco esta semana e veremos qual será nossa decisão, qual encaminhamento tomaremos em relação a essa proposta do Governo. Não paramos. Estamos trabalhando e queremos o melhor para o policial e bombeiros militar”, disse Couto.

Participaram da reunião, além dos representantes da classe, o secretário de Fazenda, Felipe Matos, a secretária de Administração, Ana Carolina Nardes, além do adjunto da SAD, Édio Viegas. A única garantia dada pelo Governo foi a aprovação da reestruturação da carreira dos militares até o mês de outubro desse ano.

Na última reunião em que participou com representantes do Governo, Couto já havia cobrado a valorização dos policiais e bombeiros militares, tanto ativos, como inativos.

“Nesses três anos que estou a frente da ACS, sou um cara pacificador, que tem diálogo. Mas, hoje, estou estressado. Chegamos no limite, secretário. Não temos mais condições de esperar. Todos os dias chega na ACS alguém chorando pra comprar um gás ou uma cesta básica. Falo de um público que trabalhou 30 anos na Polícia Militar, quando a corporação não tinha a mínima estrutura. Esses cidadãos estão à beira de um colapso, não têm mais condições de resistir”, disse.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS

3 Comments

  • Osmar dos Santos Mascarenhas

    Caros amigos e companheiros. Policial militar e bombeiros militares Ativos e Inativos. E com muita Indignação que eu 2″Sgt PM Inativo Mascarenhas faço esse desabafo pois, não aguentamos mas sermos Roubados por esse desgoverno Corrupto e ditador, peço Por favor que os snrs Diretores e Presidentes, algum Retorno positivo para essa gloriosa Corporação a qual esse desgoverno quer destruir, grato e obrigado…

  • Manoel A mauri

    Aquartelamento já, nós militares estaduais não temos mais condições psicológicas e físicas para atuar no serviço de segurança pública. Com a desvalorização dos servidores da segurança pública o governo está matando o agente de segurança e dando um tiro no próprio pé. Com aquartelamento estaremos isolados contra a covid 19 e cobrando nossos direitos trabalhistas, com o aquartelamento somos mais fortes e o governo sentirá mais o efeito da paralisação neste momento de pandemia. Só tendo os diretores e o presidente Couto solicitando reajuste salarial e reposição da inflação, o poder de cobrança é limitado. Todos nós militares e os demais servidores da segurança pública devemos aquarelar e ir às ruas fazer manifestação. Não aguenta mos mais..Nossos salários estão comprometido com empréstimos consignado. Eu estou recebendo R$ 2000.00 e tenho gasto R$ 1500,00 mensal com fármacos narcóticos de uso continuo e de alto custo. Aquartelamento é a melhor arma que temos paralisação já vamos trabalhar com efetivo reduzido no percentual que a legislação permite ou o quantitativo que a justiça determinar.O quadro de praças é maior que o quadro do oficialato e a maioria dos oficiais são contra o aquartelamento, porém, se os praças obeterem reajuste salarial os oficiais serão beneficiados. Aquartelamento já, sei que a paralisação e aquartelamento é uma faca de 02 gumes enfim deveremos ser legalistas para não sermos responsabizados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *