terça-feira, março 5
Shadow

Entidades solicitam reunião com governador para tratar da valorização dos militares estaduais

As entidades representativas dos militares estaduais oficializaram, nesta segunda-feira (27), pedido de audiência com o governador Eduardo Riedel, em caráter de urgência, para tratar de demandas que se encontram em análise pela atual gestão.

O objetivo é discutir a implantação da política salarial em forma de reajuste setorial, visando a valorização dos militares estaduais, a lei de fixação de efetivo de 2024, além da majoração dos subsídios iniciais do soldado e do segundo-tenente em 5%.

Segundo o presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), Subtenente Fabrício de Carvalho Moura, o objetivo é valorizar os veteranos e, também, os militares da ativa. “São demandas que irão valorizar toda a tropa”, assegurou.

O ofício também foi encaminhado ao Comandante-Geral da PM, Coronel Renato dos Anjos Garnes, ao Comandante-Geral dos Bombeiros, Coronel Frederico dos Reis Pouso Salas, e ao deputado estadual Coronel David, que intermediará a reunião com Riedel.

Assinam os presidentes da AOFMS, AME-MS, AOCBM, ABOI-MS, ABMMS, Aspra-MS e ACSPMBM/MS.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O DOCUMENTO ENCAMINHADO AO GOVERNO DO ESTADO

1 Comment

  • Paulo Cezar Padilha

    Inativos e pensionistas não tem promoção e nem curso…
    Então a única forma de receber alguma reposição é através da paridade ou seja o “aumento” dado aos ativos.
    Até agora a estratosférica casa dos 5% mais aumento do plano de saúde… Aumento linear !!! Não precisa ser nenhum matemático para saber que aumentou mais a distância entre Oficial e Praça…
    Sem falar no enorme prejuízo que inativos e pensionistas tem com o SPS…
    SPS que poderia sim ser seriamente debatido pelo Executivo (Governo) com a ajuda e fiscalização da Casa de Leis (Assembléia Legislativa), não é mesmo Cel. David que diz lutar pela tropa… Vejam o exemplo do Governador de São Paulo aqui do lado… Procurem se informar para cobrar do Executivo e do Deputado.
    Esse debate é crucial senão penso que estão descaradamente driblando a paridade com o discuso de curso e promoção uma coisa não exclui a outra…
    Fiquem atentos inativos e pensionistas!!!!

    PAULO CEZAR PADILHA CAP QAOPM RR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *