Servidores públicos de MS recebem dois salários e metade do 13º dia 1º, 7 e 23 de dezembro - ACS PMBM MS
terça-feira, fevereiro 7 Telefone: (67) 3387-8501

Servidores públicos de MS recebem dois salários e metade do 13º dia 1º, 7 e 23 de dezembro

Compartilhar

O Governo de Mato Grosso do Sul divulgou nesta terça-feira (29) que até o dia 22 de dezembro, pagará duas folhas salariais, referentes aos meses de novembro e dezembro, e metade restante do décimo terceiro salário de mais de 83 mil servidores públicos estaduais. O total de aplicação líquida será de quase R$ 1,1 bilhão.

Pelo calendário anunciado, no dia 30 de novembro será depositado o valor referente ao salário de novembro. O dinheiro poderá ser sacado em 1º de dezembro. O total da folha é de R$ 405 milhões líquidos e R$ 605 milhões brutos.

Já no dia 6 de dezembro, o Estado pagará metade restante do décimo terceiro, que teve 50% já depositado no mês de julho como alternativa para movimentar a economia no pós-pandemia.

Portanto, o valor estará na conta no dia 7 e o total aplicado será de R$ 257 milhões líquidos, com folha bruta de R$ 368 milhões.

Finalizando o cronograma de pagamentos, no dia 22 de dezembro serão depositados os valores da folha salarial de dezembro, que totaliza R$ 436 milhões líquidos e R$ 732 milhões brutos.

O saque poderá ser feito já no dia seguinte, 23 de dezembro.

Impulsionar o comércio
“Esse calendário foi pré-determinado para o servidor se organizar no fim do ano”, comentou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Segundo ele, o cenário econômico para o fim de ano é de otimismo.

“A liberação do 13 ajuda a impulsionar o comércio e geração de emprego. Estamos bem otimistas nesse fim de ano porque estamos recuperando nossa economia, especialmente os microempresários que tiveram um período muito difícil na pandemia”, disse Edson da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul).

13º Salário
Em junho, pelo segundo ano consecutivo, o Governo antecipou o pagamento de metade do décimo terceiro, injetando cerca de R$ 208 milhões na economia.

Assim, conforme a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), foram R$ 104.536.132,77 para 49.365 servidores ativos e R$ 104.363.225,31 aos 31.752 inativos.

Midiamax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.