Governo aguarda decisão do TJMS para destravar promoções - ACS PMBM MS
sexta-feira, outubro 30 Telefone: (67) 3387-8501

Governo aguarda decisão do TJMS para destravar promoções

Compartilhar

O Governo do Estado aguarda uma decisão do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para, enfim, destravar as promoções na Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil. Uma reunião entre as entidades classistas, deputados e representantes do Poder Executivo foi realizada, nesta terça-feira (04), e tratou da progressão funcional nas carreiras da segurança pública.

Conforme a PGE (Procuradoria-Geral do Estado), um mandado de segurança na corte estadual, impetrado pela categoria dos procuradores, travou as promoções em todas as carreiras. O TJ aguarda um parecer do MPE (Ministério Público Estadual) para julgar o recurso.

Na reunião, o presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), cabo Mario Sérgio Couto, cobrou celeridade do projeto de promoções para todas as graduações, inclusive designados. O presidente do Conselho Fiscal da entidade, Fabrício Moura, reforçou o pedido pela realização dos cursos do CFS (Curso de Formação de Sargentos), CAS (Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos) e CHO (Curso de Habilitação de Oficiais).

Segundo o secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, as promoções de merecimento e antiguidade devem ser feitas em conjunto.

Também presente na reunião, o secretário de Governo, Eduardo Riedel, reforçou a intenção do Governo em manter reajuste zero, mas admitiu discutir a reestruturação das carreiras militares.

Também participaram da reunião o secretário de Administração, Roberto Hashioka, os deputados Coronel David, Barbosinha, Lidio Lopes, Capitão Contar e Cabo Almi, além dos comandantes da PM e BM, coroneis Waldir e Joilson, e o delegado-geral Marcelo Vargas.

Como representantes de classe, ainda estiveram o coronel Alirio Villasanti, cabo Eduardo Ferreira, tenente Nilson, subtenente Ferrer, subtenente Ramos e coronel Roledo.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *