Notícias | 03.maio.2018

Regime Especial: Trabalho será voluntário por período de 12 horas

Policial será indenizado para trabalhar durante a folga. (Foto: Jeozadaque Garcia/Arquivo)

Policial será indenizado para trabalhar durante a folga. (Foto: Jeozadaque Garcia/Arquivo)

O Regime Especial de Trabalho, projeto que prevê a compensação financeira para o policial militar ou bombeiro que for chamado para trabalhar em sua folga, será opcional para o militar. Pela proposta que deve chegar em breve à Assembleia Legislativa, os servidores poderão, “de forma voluntária, serem empregados no exercício da função pública mediante contraprestação pecuniária”.

O vice-presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), Sargento Aparecido Lima da Rocha, teve acesso a cópia da minuta do projeto.

Pelo texto, o policial poderá se voluntariar à prestação do serviço especial para o período de 12 horas, desde que respeitado o intervalo mínimo de 12 horas de descanso em qualquer atividade que esteja empregado, salvo àquela de natureza administrativa.

O valor da indenização, para oficiais, será de 14 UFERMS (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul) -R$ 359,38 em valores atuais. Já para o praça, o valor será de 10 UFERMS -256,70 por período.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS


Curta Nossa Página no Facebook