Notícias | 11.abril.2017

Previdência: Edmar se reúne com policiais militares em Ponta Porã

Reunião em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

Reunião em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

O presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul), Edmar Soares da Silva, esteve nesta segunda-feira (10) em Ponta Porã, onde visitou a ampliação da sede da Regional e ainda falou aos militares sobre as possíveis alterações na legislação previdenciária.

A ACS tem realizado uma série de reuniões em todo o Estado para esclarecer e tirar as principais dúvidas dos policiais e bombeiros militares acerca da reforma. Cidades como Jardim, Bonito, Aquidauana, Corumbá, Fátima do Sul e Dourados, por exemplo, já foram visitadas.

“A ACS e a Anermb [Associação Nacional das Entidades Representativas dos Militares Brasileiros] têm se mobilizado em Brasília, acompanhando todo o trâmite da proposta, para que não traga prejuízo aos policiais e bombeiros militares”, afirmou Edmar.

Ainda conforme o presidente da ACS, o relator da proposta, deputado Arthur Maia (PPS-BA), já fez um compromisso com os deputados militares: ele garantiu que irá retirar qualquer menção sobre os militares estaduais do texto base da proposta.

“Essas garantias sinalizadas pelo relator são conquistas das conversas feitas com as entidades”, complementou Edmar.

“Não estamos alheios ao processo da previdência. Toda e qualquer matéria que chegar, estaremos presentes e convocaremos as duas instituições para somarmos força para combater qualquer proposta que possa nos prejudicar”, garantiu Edmar.

Ele lembra ainda que policiais militares e bombeiros são as únicas categorias que convivem com o risco de morte em função do trabalho que exercem, e ainda podem ficar sem garantidas para proteção da família caso venham a óbito.

“Em 30 anos de efetivo serviço, um policial ou bombeiro ainda trabalha 10 mil horas a mais que um trabalhador da iniciativa privada. Ele não tem direito a greve, não tem carga horária regulamentada. Não é justo que o policial ou bombeiro que entrou há anos nas corporações percam esses direitos”, finalizou.

Regional passou por obras para melhor atender o associado. (Foto: Divulgação)

Regional passou por obras para melhor atender o associado. (Foto: Divulgação)

Regional – Segundo o diretor Regional da entidade, Rodrigo da Costa, o espaço conta com salão e piscina para bem atender ao associado. A agenda do salão está sempre lotada aos finais de semana, garantiu.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS


Curta Nossa Página no Facebook