Cursos, promoções e reajuste salarial: ACS se reúne com secretário para apresentar demandas – ACS PMBM MS
sábado, outubro 19 Telefone: (67) 3387-8501

Cursos, promoções e reajuste salarial: ACS se reúne com secretário para apresentar demandas

Compartilhar
Presidente e diretoria da ACS se reuniram com secretário.
Presidente e diretoria da ACS se reuniram com secretário.

Representantes da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) se reuniram, nesta quarta-feira (20), com o secretário Estadual de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, para apresentar uma série de demandas dos militares estaduais. Na ocasião, um ofício com os itens foi protocolado na pasta.

O documento suscita cinco pontos: andamento de concurso público, promoções, seleções internas, militares designados e data base para aumento salarial.

No primeiro ponto, a ACS solicita publicação de novo cronograma para regular andamento dos concursos relacionados às corporações militares estaduais, já que o último certame foi suspenso por motivos de ordem técnica, segundo o Executivo.

“As corporações vêm sofrendo com a grave falta de efetivo, necessitando de reposição de seus quadros”, descreve.

A ACS solicita ainda a publicação das promoções, conforme preconiza o Decreto 10.769/02. “Essas promoções não foram publicadas, causando prejuízo ao planejamento da carreira dos integrantes das corporações militares”, segue o documento.

Outro ponto que foi assunto durante a reunião foi a abertura de processos seletivos internos. “É de fundamental importância que os claros existentes nas graduações superiores sejam preenchidos, garantindo, assim, o acesso gradual e sucessivo nos postos e graduações”.

A entidade também pleiteia um projeto de lei que contemple os militares designados. “Há muito tempo anseiam a valorização do tão nobre serviço prestado por aqueles que retornam da situação de inatividade para ombrear em favor da sociedade”, aponta.

E, por fim, a ACS solicita intervenção do secretário para, finalmente, pôr fim a defasagem salarial da categoria. “Os militares estaduais, há muito tempo, não recebem sequer a reposição da inflação”, finaliza.

Participaram da reunião o presidente da ACS, cabo Mario Sérgio Couto, o vice-presidente, sargento Aparecido Lima da Rocha, o diretor do interior, Ramão Cristino Benites, o diretor Regional de Coxim, Cícero José de Lima, e o diretor Regional de Dourados, Jander Espíndola dos Santos.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS

2 Comments

  • enio ferreira borges

    Entrei com processo e muitos militares da reserva também estamos esperando ja faz muitos tempo e ninguém faz nada e vc cabo couto nao vai fazer nada por nos também para retornarmos o serviço A PMMS prescisa da gente e o senhor Governador nao ta nem um pouco preocupado com os integrantes e o retorno da gente como designados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *