Loading...

HPM: ACS disponibiliza advogados para orientar associados

HPM: ACS disponibiliza advogados para orientar associados

A ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) vai disponibilizar seu corpo jurídico para orientar os associados que aderirem ao acordo de implantação da lei complementar 256/18, que prevê a isonomia salarial nas corporações militares. Uma reunião na tarde desta sexta-feira (25) reuniu diversos policiais que ainda recebem pela tabela I e têm ações na justiça.

Segundo o presidente da ACS, cabo Mario Sérgio Couto, a lei é de suma importância para a classe. “Não vai acontecer do dia para a noite, mas vai acontecer. Agora, temos uma base que garante o benefício. Nossos advogados farão um levantamento para todos os sócios para ver quem está apto”, afirmou.

A reunião contou com a participação do comandante-geral da PM, coronel Waldir Ribeiro, do chefe da Casa Militar, coronel Nelson Antônio da Silva, além de outros oficiais. Levantamento feito pelo Comando-Geral aponta que pelo menos 360 policiais ainda recebem um valor inferior nos seus salários, já que não aderiram ao acordo em 2004.

O Comando orientou os policiais a procurarem seus advogados para saberem da conveniência de aderirem ou não ao acordo, já que há uma série de especificidades entre cada policial. O requerimento poderá ser preenchido diretamente no Comando-Geral da corporação.

Os associados que tiverem dúvidas poderão entrar em contato com a ACS no telefone (67) 3387-8501.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *